Browsing Tag

Rio de Janeiro

VIAGENS & TURISMO

Paraty: um guia quase completo

Meninas, eu preciso pedir desculpas para as que leem o blog ou acompanham no Instagram ou no Facebook, faz tempo que eu não apareço por aqui. Em meio à um verdadeiro turbilhão de acontecimentos (que futuramente vão beneficiar muito o blog), eu consegui tirar alguns dias para curtir um dos meus lugares preferidos e desta vez com meus amigos: Paraty. Não é à toa. A cidade carioca tem coração cativo por aqui (já leu esse texto que  a Lely escreveu?).

Pois bem, eu aproveitei o feriado do dia 25 de janeiro (aniversário de São Paulo), e passamos dias deliciosos lá! Vou deixar aqui algumas dicas bem legais, caso você esteja pensando em conhecê-la!

 1 – Onde ficar?

Caso você não tenha aonde se hospedar (dependendo da época, realmente fica bastante complicado e caro: alta temporada como final de ano, e a FLIP), indico um chalezinho super bem localizado (na icônica Rua das Pousadas), bem no centro da cidade. Sempre que vou, fico aqui. E consigo fazer absolutamente tudo à pé, pois como a casa fica bem no meio do centro histórico, e do centro novo, só pegamos carro, quando vamos à alguma praia.

2 – Onde fazer compras, caso não fique em nenhuma pousada, ou queira economizar na alimentação

O supermercado do Carlão (que tem duas unidades: uma enorme e bem imponente logo na entrada da cidade, e outra perto da rodoviária), são paradas obrigatórias para mim (que como fico em casa, preciso fazer as compras para alimentação básica, o que me salva e é uma grande economia). Geralmente o estabelecimento é bem cheio, mas se você estiver à fim de curtir a cidade, e não quiser perder tempo com este tipo de compras, pode pedir para que eles entreguem aonde você está hospedado(a). Por R$6,00 (pelo menos era este o valor que eu paguei da última vez), eles entregam suas compras.

3 – Onde tomar sorvete? 🙂 

Tenha em mente que alimentação, pode não ser uma das coisas mais em conta na cidade. Mas se assim como eu, você gosta mesmo de experimentar as delícias, precisa provar os gelatos de dois dos locais que mais amo na cidade: o Pistache, e o Filandês Jaatelo (este último, conheci à pouco tempo, e o estabelecimento familiar, caseiro e extremamente acolhedor, conquistou meu coração). Coração fisgado pelo estômago, obviamente, o Filandês Jäatelo foi nossa parada obrigatória quase que todos os dias.

Lá, você pode escolher o sabor (pasme a bola sai por R$ 10,00), e por mais R$2,00, pode mergulhar seu sorvete em uma calda de chocolate ao leite preto ou branco. Na sequência de fotos abaixo, eu escolhi o de Damasco (que você pode comer sozinho, ou com calda – a segunda opção foi eleita a favorita da turma, mas só o sorvete, sem mais nadinha, é sensacional.) Aconselho: vale a pena. Veja mais no TripAdvisor da sorveteria finlandesa.

O Pistache também é maravilhoso, e segue os mesmos preços. Os sorvetes também são artesanais e deliciosos. Ambos ficam no centro histórico. Saiba mais sobre a sorveteria aqui.

4 – Onde comer?

PIZZA

Na Pizzaria e Restaurante da Cidade, que fica no centro histórico, você come a melhor pizza de Paraty. E não estou exagerando. E de comida, eu entendo! Nunca comi uma massa tão fininha e que derrete na boca, com recheios maravilhosos: experimentamos brócolis com bacon, lombinho, marguerita e pepperoni. Comeria a pizzaria inteira. Os preços não fogem ao padrão da alimentação da cidade: bem dificilmente você come por menos de 30 reais.

Veja aqui fotos e avaliações da Pizzaria da Cidade no TripAdvisor.

TAILANDÊS 

Tai Brasil, um ambiente único: é a Tailândia em Paraty. As comidas são deliciosas, temperos extremamente marcantes e bebidas extremamente saborosas. Vale conhecer!

Veja aqui fotos e avaliações do Tai Brasil.

HAMBÚRGUER

O Van Gogh hamburgueria é SENSACIONAL. Dirigido por uruguaios, todos os hambúrgueres são artesanais. Com música ao vivo, o ambiente que é bem alternativo, mas extremamente acolhedor reúne gente de todas as idades, mais preferencialmente jovens. Os hambúrgueres são divinos, nunca havia experimentado nada igual, sério. Eles demoram um pouco para servir mas a espera vale a pena. O cardápio é amplo, oferecem opções para vegetarianos e intolerantes à lactose. Ah, e eles fazem uma maionese aerada com alho (que foi a nossa grande charada da noite), que não é deste mundo!

Clique aqui para ver as avaliações e fotos do Van Gogh.

CAFEZINHO

Parar para um cafezinho é obrigatório para quem assim como eu, ama degustar um delicioso café principalmente no finalzinho de tarde. Para tomar aquele café maroto, o Café Pingado, é uma delícia! Eles coam o café junto à cana de açúcar, por exemplo, coisa que eu nunca havia visto. 🙂 Se você não é muito fã de café, eles oferecem muitas opções de chás e bebidas geladas.

Veja fotos e comentários sobre o Café Pingado.

BRUNCH, ou para comprar aquele pãozinho…

O Margarida Café é a padaria da cidade e oferece desde dos melhores pães, brunch mais completo e em conta, às refeições estilo self service. Quando fomos, em um domingo, pagamos R$ 19,00 no brunch e entre as três opções oferecidas, uma coisa é certa: você come muito, muito bem, e um preço justíssimo.

Veja as avaliações do Margarida Café no TripAdvisor.

GLAMOUR

Como diz a coleguinha Simaria, é coisa de rico! Se você quer se permitir, e ter uma experiência, vá ao Bartolomeu Cozinha Primitiva, um dos restaurantes mais consagrados da cidade. Não se deixe intimidar pelo ambiente, pelas obras ou pelo público e vá ser feliz. Eu nunca tinha comido ossobuco com risoto de abóbora, ou jamais tinha tomado uma caipirinha de maracujá de cachaça (muita cachaça), e taça de vinho das grandes e por R$ 18,00 – melhor custo benefício DA VIDA.

O Bartolomeu é avaliado: veja fotos, comentários e os melhores pratos.

5 – Como conhecer as praias?

No site da prefeitura de Paraty, o melhor e mais completo portal para você ter todas as informações sobre a cidade, você vai encontrar uma infinidade de praias para visitar. É até confuso, muita coisa linda para conhecer!

PASSEIO DE ESCUNA E JEEP

Como disse, no site oficial da cidade você fica por dentro de tudo. E não faltam opções e empresas que fornecem as mais diversas rotas de passeio. A que indico é a Estrela da Manhã Tours, empresa que já me levou à três passeios pelas praias de Paraty. O único inconveniente, é que se você é como eu e gosta de música ambiente (digo, com som ambiente), vai se irritar um pouco com o volume, e também porque caso você passe mal, deve esperar o passeio acabar: assim como as outras empresas, eles não possuem um barco para resgate. Mas a animação, serviço e segurança são garantidos: a empresa é certificada pela marinha e oferece um menu para alimentação na própria embarcação. O trajeto dura 5 horas, e há possibilidade de mergulho, para quem quer ter a chance de nadar com os peixes.

A Estrela da Manhã também oferece o pacote escuna + jeep, passeio que não acabamos fazendo, não por falta de opção, mas por programação mesmo. Se tiver alguma dúvida, veja as dicas no TripAdvisor.

6 – CULTURA

Esse tópico é todo Paraty. Mas dois pontos que tenho que destacar e você precisa conhecer, é a Casa da Cultura de Paraty, que reúne parte das obras mais importantes da cidade.

O Museu Forte Defensor Perpétuo, que é para quem gosta também de uma atividade ao ar livre: é preciso fazer uma pequena trilha para chegar ao forte de Paraty.

Mas se você não gosta tanto assim desse tipo de atividade, fique tranquilo(a), o trajeto é bem tranquilo. Inclusive, existem muitas empresas culturais, que incluem este passeio ao seu tour. Enquanto estávamos visitando, vi um grupo de gringos acompanhado de um tradutor.

Lá no forte, você tem o panorama da cidade, e um pequeno museu que apresenta a cidade vista na época da cana de açúcar, e apresenta os grandiosos canhões usados para defender o local de invasores. 

7 – Dá para viajar SEM CARRO?

Sim! Eu mesma, não tenho carro e viajo muito à Paraty de ônibus! A empresa que faz São Paulo à Angra dos Reis, e que para em Paraty, é a Reunidas Paulista e o valor não é um absurdo. A viagem leva em torno de 4 à 5 horas, e faz o trajeto litoral, subindo por Ubatuba. Em Paraty, como disse, dá para fazer tudo à pé. Mas se você estiver sem carro e quiser conhecer as praias adjacentes, existem ônibus que podem te levar à todas elas e às vezes é até melhor ir de ônibus do que de carro, porque as estradas são bem tortuosas e cheias de curvas. Por isso, tenha muito cuidado!

Ah, e aqui fica a dica (além do chalezinho se você não tiver aonde ficar), se você se inscrever na Méliuz, um programa de fidelidade que retorna o seu dinheiro usando este link, consegue comprar as passagens da Reunidas Paulista com desconto, via ClickBus (e eles são maravilhosos, vale até um texto), e fiquem seguros que ambos os serviços são muito seguros, já usei os dois mais diversas vezes.

Saiba mais sobre a Méliuz aqui, e eu me despeço porque esse texto já ficou nível testamento: gigante!

Beijos e boas viagens!

VIAGENS & TURISMO

O amor, chamado Paraty

 Essa semana me lembrei da minha viagem para Paraty. O encanto foi tanto, que o Brasil inteiro deveria conhecer este lugar.  Paraty fica há 4 horas de São Paulo, é uma ótima opção para o final de semana. Restaurantes, hotéis…