TEXTOS & FRASES

Amar, cura a amargura.

Precisamos ser sinceros, amar é a coisa mais fácil e difícil do mundo.

Fácil quando a gente ama e existe reciprocidade. É mágico, lindo e um dos sentimentos mais gostosos de se sentir. Ficamos bobos, sorrindo à toa, cantarolando e transformamos a nossa vida em uma eterna cena de filme, dos dignos de Oscar. Amar quando a gente é amado, tendo encontrado alguém, amando a família, os amigos e até mesmo os animais, é simples.

Amar quando quem te amava já não o faz mais, quando existe alguma pedra no caminho de algum parente, amigo ou quem quer que seja, é a coisa mais difícil do mundo. Francamente, ninguém quer ser rejeitado, nunquinha. E quando isso acontece, a gente passa a inventar as mais incabíveis respostas para aquelas perguntas que deixamos de fazer. E é mais fácil jogar o outro lado da moeda, e transformar o amor em amargura, dor e até mesmo ódio.

Enquanto a pessoa que um dia fora amada por você, segue a vida, você estaciona e rumina tudo o que um dia te fez bem, vistos agora com os olhos de tristeza. Acha todos os defeitos, e não entende de que maneira você um dia conseguiu entregar o seu amor à aquele ser, tão desprezível. Sim, você foi descartado(a), desprezado(a), da mesma forma que fazem com as frutas que caem do pé antes do tempo. É fácil selecionar as lembranças. Seria mais fácil ainda, se tivéssemos uma função deletar. A vida seria mais simples.

Mas a vida também perderia a sua magia. Porque se tudo fosse da maneira que gostaríamos, que graça teria? Amar, na mesma intensidade que chorar pelo amor perdido, faz um bem danado também. Porque quando a gente chora as pitangas, vai lavando a alma e preparando o coração.

Se desprender do passado faz bem, seguir em frente é melhor ainda, mas sem os traços de ódio. Não deixe que em seu coração haja espaço para odiar ninguém. Se essa for a escolha do outro, deixe que ele não se permita ser feliz. Quando ocupamos espaços com sentimentos indevidos, negligenciamos outros que poderiam ser muito mais importantes.

Você já experimentou amar mesmo em meio à dor? Ame o que foi bom. Pare de se torturar em busca das respostas. Esqueça. Ame em favor à você. E quando digo ame, não me refiro à perseguição insana à quem um dia lhe retribuiu. Não seja stalker. Mas ame com compaixão e gratidão tudo aquilo de bom que você experimentou, e quem sabe esta não será a força para te fazer seguir em frente?

Thaissa Freire

Thaissa Freire

Em terra em que o YouTube e as gigantes de streaming imperam, eu carioca da gema, cristã que sabe que existe SIM, muito amor - e chuva - em São Paulo, não troco as palavras em forma de escrita por nada. Adoro um bom vídeo, piro nos GIFS, mas são os versos que fazem o meu coração refém.

Uma louca apaixonada por letras, Montreal (Canadá), e que faz do Blog das Meninas, o palco de seus sonhos mais doidos, escreve - sempre que a vida permite - sobre suas experiências de viagens, séries, filmes e livros favoritos, receitinhas pois é metida a chef de cozinha, músicas, e o que mais lhe vier à cabeça.
Thaissa Freire

Últimos posts por Thaissa Freire (exibir todos)

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply